Share |

Sobre: LGBTIQ

Maio 14, 2021

Nesta batalha pela igualdade, não existem meios termos. Ou se assume que todas e todos as e os cidadãos são iguais perante a Lei e têm os mesmos direitos e são aceites independentemente da sua orientação sexual, ou se assume que não.

Abril 28, 2021

Tinha como objetivo promover a defesa dos direitos dos direitos da comunidade LGBTIQ no concelho de Torres Vedras e assumir um compromisso hasteando a bandeira LGBTIQ no dia 17 de maio, dia internacional contra a homofobia e transfobia, nos edificos da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal. Esta recomendação foi chumbada, com os votos contra do PS, PSD, TNL e CDS e as abstenções do PCP e do PSD.

Abril 28, 2021

Visava condenar os governos da Polónia e da Hungria pelas recentes leis adotadas contra as pessoas LGBTIQ, que atentam contra os seus direitos humanos. Nomeadamente, a criação de zonas livres de “ideologia LGBT”, declarando Torres Vedras, uma zona de liberdade LGBTIQ, como sinal de esperança e apoio às pessoas LGBTIQ que vivem em países com legislação homofóbica. Este documento assumia a forma de voto de repúdio e foi chumbado com os votos contra PS, PSD e TNL e abstenções do PSD e do CDS.

Abril 25, 2021

O Bloco submeteu à Assembleia Municipal um voto de reúdio pela criação de zonas livres de cidadãos LGBTIQ na Polónia e Hungria. Se aprovado o executivo concordará em declarar Torres Vedras, uma zona de liberdade LGBTIQ.

Abril 25, 2021

O Bloco que que Torres Vedras se junte às celebrações do Dia
Mundial de Luta Contra a Homofobia e Transfobia, hasteando a bandeira arco-íris todos os
anos, no dia 17 de maio, no edifício sede da Câmara Municipal e no edifício sede da
Assembleia Municipal nos Paços do Concelho.